Varejo no metaverso

10.03.2022

Em janeiro, ocorreu a primeira edição presencial da NRF Retail Big Show, em Nova York, desde o começo da pandemia. O evento reuniu profissionais de empresas ao redor do mundo para apontar as principais tendências ao setor varejista. A chegada do metaverso foi tema presente na maioria das palestras da NRF. Vamos entender um pouco mais sobre o assunto?

As compras no metaverso já existem há algum tempo para os consumidores de jogos virtuais. Em breve, ter um avatar no metaverso será tão importante e comum quanto um perfil nas redes sociais. Não será uma escolha, mas um caminho natural. O metaverso será um espaço virtual compartilhado e coletivo, criado pela convergência da realidade física e virtual, sendo acessível de qualquer tipo de dispositivo.

Para os públicos mais jovens, atualmente a loja física tradicional (e até mesmo o e-commerce) são considerados chatos, frios e pouco interativos, por isso simpatizam com compras dentro das redes sociais ou em live commerces, pois existe uma experiência interativa aliada a entretenimento. Por esse mesmo ponto de vista é que o metaverso se torna tão interessante.

Como toda novidade, existirá uma fase de muita experimentação, sendo as grandes marcas mundiais que investirão nessa primeira fase de testes. Quando o metaverso se tornar acessível a pequenos negócios, algumas diretrizes já estarão definidas.

A chegada da 5G no Brasil promete acelerar o processo da implantação do metaverso no varejo do País. Baseado na internet que temos hoje, acredito que mesmo com a nova tecnologia não teremos uma melhoria visível tão rápida.

Para lojas independentes, estar presente vendendo produtos dentro do metaverso é algo muito distante, mas é possível marcar presença para ajudar a vender os produtos físicos. Enquanto não temos uma estrutura tecnológica sólida, vale ir pensando em como se adaptar para se introduzir no metaverso, além de extrair ideias para já usar dentro do negócio.

O que você pode fazer desde então?

Para iniciar, foque no conceito “immersive commerce”. Ou seja: não se limite a pensar em digital ou presencial, mas a loja como um todo, com universos complementares on e off.

Foque em experiências únicas em lojas temáticas, com decoração especial e espaços instagramáveis. Uma ambientação que faça o consumidor se sentir fora da realidade. Para isso, será necessário muito mais que sons e imagens, mas movimentos, luzes, texturas, sabores.

Uma imersão completa necessita de interação, onde as pessoas possam tocar, fazer parte do cenário ou da história contada. Também vale pensar na loja como um espaço de conveniência e vivências, com produtos aliados a serviços. A comunicação das redes sociais se fortalece através dessa estratégia, pois mesmo na tela é possível fazer parte do local.

Como visto nos debates ao longo de mais uma edição da NRF, as mudanças não param e as oportunidades são infinitas. Aproveite para experimentar, ousar e se destacar da concorrência com o que você tem a partir de agora. O sucesso é consequência da ousadia de quem não fica esperando para agir depois. O ano começou de fato. Boas vendas! 

Priscila Marocco

Priscila Marocco - Visual merchandiser, vitrinista e estrategista de varejo. Graduanda em design de moda. Trabalha há 17 anos dentro de lojas físicas, todos os dias. Diretora criativa na 220v Visual Merchandising e Consultoria.

VEJA TAMBÉM...

Dicas para as liquidações de verão 2022

21.01.2022
O ano vira e as liquidações começam! Não existe uma data certa para liquidar mas, particularmente, sou a favor das datas próximas ao fim do calor. Existe muita oportunidade de venda em janeiro e fevereiro, ainda é uma época de novidades. A principal intenção da liquidação de verão é tirar do estoque aqueles produtos que serão difíceis de vender no próximo ano. A curadoria é importante para o sucesso dessa ação. Foque em produtos marcantes e datados, tendências que estão caindo em desuso ou que não durarão mais um ano, estampas específicas de coleções atuais e cores chamativas. Observe também itens que não tiveram boa aceitação devido à usabilidade, modelagem e recortes. Nunca liquide os básicos que podem ser...

Lições da pandemia: o que veio pra ficar no varejo?

18.11.2021
A primeira e mais forte mudança que a pandemia consolidou foi a obrigatoriedade da presença digital, principalmente nas redes sociais. Com o comércio de rua fechado, a loja que não estava on-line não existia. Muitas empresas ainda resistiam ao uso dessas ferramentas, tendo apenas o fluxo de clientes do ponto físico como forma de vender. Para se adaptar, veio a necessidade de um novo departamento e um novo membro na equipe: a criação de conteúdo e o social media. Hoje, toda loja precisa desse profissional, pois estar presente não basta, é preciso ser estratégico! Através da criação de conteúdo é possível tornar os produtos mais atrativos, mostrar seus valores e ideais, se conectar de maneira intensa com o público e gerar fidelização de clientes, independente deles já terem ido...

Pandemia acelera avanços e investimentos tecnológicos no varejo

02.09.2021
Foto: Nike/Divulgação. Priscila Marocco, estrategista de varejo, aponta que neste cenário de transformações é que nasceu o conceito phygital Com a pandemia tivemos uma aceleração dos avanços tecnológicos no varejo. Nesse cenário nasce o conceito “phygital”, em que as lojas que antes eram físicas ou e-commerces, agora são híbridas, contando com uma variedade de canais como pontos de contato do cliente com a marca. Muitas foram as previsões, mas em um ano e meio já conseguimos enxergar que estas transformações vieram para ficar. Hoje, a criação de conteúdo para as redes sociais é um dos principais departamentos de uma loja. Por meio das mídias, a empresa chega até a palma da mão dos clientes, sem barreiras...

Como manter sua loja relevante para o consumidor

05.08.2021
Entender o consumidor é uma tarefa que demanda planejamento, autoconhecimento e, acima de tudo, a ciência de que esse perfil se molda gradativamente e que suas estratégias devem antecipar desejos, necessidades e carências do seu público-alvo. E se você quer saber como manter sua loja relevante para impactar o consumidor, aproveite esse conteúdo! O desejo de todos os consumidores é despertado pela necessidade. Para que sua loja impacte de maneira precisa, é importante compreender quais são esses desejos, mostrando que você sabe entender o que eles pensam e sentem. Isso é construído com o tempo, por meio de ações de relacionamento, observação do cliente na loja e pesquisa contínua de mercado. As redes sociais e as ferramentas de enquete ajudam a facilitar esse processo de coleta de dados. Mas o que faz o...

Oportunidades de vendas para lojas físicas pequenas

28.06.2021
Hoje trago quatro estratégias simples, mas que a maioria das lojas pequenas não faz dentro do PDV. Com menos pessoas circulando nos pontos físicos, o espaço precisa estar preparado para gerar o máximo de oportunidades de venda para cada cliente que entra. Observação no atendimento O processo de compra é emocional. Quando o cliente entra na loja, ele deseja vivenciar uma experiência positiva. Para a gente alinhar a vontade do consumidor de comprar e a vontade da loja de vender, ambos tem que estar aptos nesse processo. A equipe precisa auxiliar as pessoas a se sentirem à vontade para olhar os produtos, oferecendo conveniências que evitam preocupações. Se pessoa está acompanhada de crianças, a preocupação que irá tirar o foco da compra é quanto a criança aguardar sem mexer nos produtos ou...

Transformando contatos em vendas! Como melhorar o atendimento on-line

18.05.2021
Pensando como consumidor, quantas vezes você já mandou mensagem para uma loja no Instagram, eles visualizam e não respondem? Ou, pior: respondem da forma mais fria possível e, ainda, orientam a falar pelo WhatsApp, passam o número, você chama e demoram horas pra responder. Sinal vermelho acionado! Como lojista que usa as redes sociais - e outras ferramentas da internet - para divulgar o seu negócio, é sua obrigação manter um bom atendimento on-line. Não faz sentido despertar desejo no consumidor se não estiver disponível para dar retorno. No mundo virtual, relacionamento é a palavra-chave dos negócios que prosperam. Não respondeu? Não respondeu de um jeito legal? Em menos de um minuto o cliente chama a próxima loja. Separei algumas soluções que podem trazer mais clareza sobre o que fazer para...

Dicas para vender mais no Dia das Mães

22.04.2021
O Dia das Mães é uma das datas mais comemoradas. Ela é especial para todos: como consumidores, pela afetividade, e também para o varejo, porque é uma oportunidade para ajudar clientes na missão de fazer um carinho a quem se ama. Assim como no ano passado, a data acontece em isolamento social, mudando a dinâmica de celebrações. Demonstrar o amor através de um bem material é a ferramenta que será utilizada por todos que gostariam de estar perto e não podem. Nessa situação, cada detalhe importa. Ao pensar na sua campanha, lembre-se de utilizar um tom de proximidade na comunicação, de maneira humanizada e contando histórias que encantam e emocionam. Campanhas que possuem apelo emocional, somado ao benefício financeiro, são mais eficazes. Palavras como mãe e mamãe no enunciado,...

Como fazer uma live commerce que resulte em vendas

17.03.2021
As transmissões ao vivo se tornaram uma ferramenta essencial para manter e fortalecer as vendas do varejo durante a pandemia. Chamadas de live shop, live commerce ou shop streaming, o novo formato aproxima o consumidor da marca de maneira prática, gerando oportunidade de grande interação e relacionamento, por não apenas mostrar produtos, mas também oferecer doses de entretenimento e informação. Mas como realizar uma live que seja realmente incrível e converta? O primeiro passo é definir qual será o foco da live. Indico três formatos para executar em momentos diferentes com ênfase na venda imediata: -Live de lançamento de produtos ou nova coleção -Live de liquidação, com produtos de ponta de estoque com grande percentual de desconto -Live promocional, em que acontece uma promoção criada...

Transforme seus clientes em fãs

15.03.2021
Uma estratégia eficaz para fidelizar clientes, torná-los fãs da sua marca e ainda deixá-los satisfeitos é o overdelivery. O conceito se resume a entregar sempre mais do que o seu cliente espera de você e da sua loja. Significa ir além, surpreender, encantar um pouco mais, gerar uma experiência impactante a ponto de ele se apaixonar pelo conceito do seu negócio. No caso do varejo de calçados, é possível praticar o overdelivery de diversas formas. O primeiro passo é entender quem é o seu cliente, do que ele gosta e como se comporta. Depois, é hora de colocar a teoria em prática. Confira a seguir cinco dicas valiosas. 1 – Aposte em embalagens diferentes, com relevo, aveludadas, ou que virem objeto de decoração, por exemplo. Elas causam um bom impacto no cliente. 2 – Use um aroma...

VÍDEO

+ VEJA MAIS

AGENDA

+ VEJA MAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cadastre seu e-mail para receber as novidades do Exclusivo.

Seu email foi cadastrado com sucesso.