Apostas para o futuro do varejo – Reports NRF 2021

18.01.2021

A primeira semana do maior evento mundial do varejo, a NRF Retail’s Big Show, encerrou no dia 14 de janeiro. A feira, que originalmente acontece em Nova York, este ano veio no formato digital. As previsões para o futuro são incertas. Mesmo com a aceleração de mudanças de 2020, ainda não se pode dizer com firmeza quais são as diretrizes do comportamento do consumidor e como será o futuro das lojas daqui pra frente, mas existem algumas apostas a partir do que já foi vivenciado até aqui. Confira:

Pós pandemia: a hora de voltar a viver os momentos
Hoje, por necessidade e comodidade, a tecnologia está liderando todos os processos. Do final do ano até 2022, a experiência vai mandar! Agora é hora de começar a se preparar para a nova fase, focando em visual merchandising, melhorias no retail desing e treinamentos para as equipes. Serviços são a nova experiência. O conceito “retail as service” atrela o varejo a serviços. É necessário pensar em ofertar algo que vá além do produto.

Novas jornadas do consumidor
Comprar online e retirar dentro da loja ou em um ponto na rua sem precisar sair do carro. Entregas rápidas. Pagamentos facilitados sem contato. Atendimentos com hora marcada e atendimentos ao vivo pela tela, em forma de consultoria e superpersonalizados. Live commerces, oferecendo entretenimento e possibilidade de comprar enquanto se descansa em casa. Essas formas de comprar cheias de conveniência tendem a permanecer em longo prazo, entregando uma experiência simples e segura ao usuário. Mas não se iluda, a “frieza” do atendimento online a partir da aceleração digital faz a necessidade de ter os dados do consumidor para ajudar a entregar uma experiência online personalizada

O que veremos nas lojas físicas?
Na palestra da WGSN foi falado sobre lojas adaptáveis e multi mobília. O conceito de utensílios “flex” para desmontar e transferir é uma solução atual, justamente por não saber como serão as demandas de vendas e estoque. Assim como as lojas modulares, um novo sistema inteligente de loja. Outra aposta é sobre a diminuição de itens no catálogo aliado ao crescimento de vendas: quanto mais opções o consumidor tem, mais complicado de escolher. Veremos lojas com menos produto e com mais experiência e intervenção tecnológica. Design clean e objetivo, força na arquitetura sensorial e elementos naturais também são tendência. Se prepare para um futuro de lojas flexíveis, digitais, intuitivas e emocionais.

Gestão e lideranças
O grande desafio na gestão, assim como foi em 2020, será a dificuldade de fazer planejamentos a longo prazo, associada à velocidade das mudanças. O papel do líder, suas escolhas e decisões servem de exemplo na corporação, como vimos no caso do Magazine Luiza. Ter a capacidade de simplificar o complexo para seu time, mesmo consciente de que as coisas são complexas. Ir além do conhecimento técnico: cuidar dos seus talentos ajudando a equilibrar vida pessoal e trabalho, ter resiliência, saber trabalhar com todos os setores da empresa e estudos constantes são habilidades necessárias para o momento. Muito investimento em tecnologia, mas principalmente em capital humano. Ofertar treinamentos e qualificação para as equipes de maneira menos generalista. Focar que cada pessoa se especialize em uma área. Para lojas mais criativas precisamos ouvir não apenas a opinião do gestor, mas de toda equipe.

Inclusão e diversidade
Mais formatos de corpos, cores de pele, classes sociais... Das campanhas de marketing às manequins das lojas, a comunicação começa a ficar mais abrangente e representativa. Infelizmente não só como questão social, mas como oportunidade de atingir novos públicos. Também surgem Cobranding de grandes marcas com marcas menores para fortalecer o propósito, se conectando com o consumidor através de crenças e valores.

O futuro é incerto, mas podemos conseguir traçar algumas rotas e novas direções a partir das experiências vividas até agora por grandes varejistas internacionais. Não participei do evento, mas pude produzir esse conteúdo devido ao podcast VarejoCast, que está trazendo diariamente os pontos altos e principais conteúdos falados no evento através de grandes profissionais do varejo nacional, como Juliemy Machado, Fred Alecrim e Caio Camargo. Fica a dica para você conferir o evento na semana que vem através do podcast.

Foto: Reprodução
Feira ocorre de maneira virtual neste ano

Priscila Marocco

Priscila Marocco - Visual merchandiser, vitrinista e estrategista de varejo. Graduanda em design de moda. Trabalha há 17 anos dentro de lojas físicas, todos os dias. Diretora criativa na 220v Visual Merchandising e Consultoria.

VEJA TAMBÉM...

Prepare sua loja para o Natal

16.11.2020
O fato de que tivemos um ano cheio de acontecimentos atípicos e notícias ruins, traz mais peso para o Natal. A tendência é de que a data seja ainda mais valorizada, pois simboliza um momento de alívio e celebração. Por isso, será necessário passar uma mensagem que vá além do tradicional clima natalino. Vitrines com narrativas positivas e lúdicas, que realmente encantam e oferecem instantes de fuga da realidade, serão uma ferramenta para gerar conexão com o cliente e atraí-lo para o interior da loja. Além da decoração, escolha um tema que conte uma história. Revise detalhes - Quando estamos todos os dias no mesmo ambiente, nosso olhar se acostuma com o que está a nossa volta e alguns detalhes, muitas vezes, acabam despercebidos. Lâmpadas queimadas ou piscando e spots direcionados para o...

Como preparar sua loja para a Black Friday

16.10.2020
Estamos nas vésperas de uma das datas de maior intenção de compra do ano: a Black Friday. Novembro, que antes representava um momento de retenção de gastos para aguardar as compras de Natal, agora para muitos negócios é o melhor mês de vendas do ano. Mesmo que a origem da data seja estrangeira, no Brasil o comércio se beneficia pelo fato dos consumidores terem recém recebido a primeira parcela do décimo, tornando a possibilidade de vendas ainda maior. Tão grande quanto a intenção de compra, é a concorrência e, por isso, é necessário que os lojistas se foquem em montar grandes estratégias para esse evento, que nesta ano acontece no dia 27. Por se tratar de uma data com foco em grandes descontos e negócios vantajosos para o consumidor, os preços competitivos são o fator mais...

Muito além da Internet: como manter as vendas na loja física

16.09.2020
Foto: Divulgação Valorize a experiência do cliente na loja física Uma das frases que mais tenho ouvido em anúncios de consultores ou mentores é “saiba como posicionar seu negócio e vender na rua mais movimentada do mundo, a Internet”. Sim, essa rua é importantíssima, só não podemos esquecer que essa rua também é a mais concorrida e instável.  Esse tipo de abordagem chama a atenção e traz insegurança pra quem não levava a sério a presença digital. Realmente é uma questão de sobrevivência um marketing bem feito no ambiente on-line, mas apenas essa estratégia não vai garantir o sucesso. O digital é um instrumento, uma ferramenta potente para ajudar o negócio, mas não...

VÍDEO

+ VEJA MAIS

AGENDA

+ VEJA MAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cadastre seu e-mail para receber as novidades do Exclusivo.

Seu email foi cadastrado com sucesso.