Com previsão menor de vendas da Nike, varejistas reduzem preços de tênis da marca em 40%

08.02.2024 - Michel Pozzebon

Os varejistas americanos de calçados começaram o ano de 2024 reduzindo, em média, 44% os preços dos tênis da Nike. Um desconto superior a 19,4% na relação com os valores praticados no mercado dos Estados Unidos em 2022, segundo a empresa estadunidense de insights e inteligência de mercado Vertical Knowledge. O movimento acontece quase que, na sequência da maior marca de calçados e artigos esportivos do mundo anunciar uma previsão menor de vendas anuais e informar que "luta com um mercado altamente promocional".

No fim de dezembro do ano passado, a Nike surpreendeu os investidores ao anunciar redução de US$ 2 bilhões em custos e diminuir sua previsão anual de vendas para 2024. Naquele momento, o diretor financeiro da companhia, Matthew Friend, dizia que a empresa estava lutando com um “mercado altamente promocional”, especialmente em seu negócio on-line e que intensificaria os planos para reduzir a oferta de franquias importantes – modelos icônicos de calçados como o Air Jordan –, em meio à demanda incerta do consumidor.

Foto: Divulgação/Nike.
Divulgação/Nike
Nike planeja reduzir oferta de modelos como o Air Jordan

"Ruptura com o passado"

A Vertical Knowledge, classifica a redução nos valores dos tênis da Nike no mercado americano como uma "ruptura com o passado, quando os varejistas da marca desfrutavam da possibilidade de vender a partir do estoque da Nike a preço integral", especialmente calçados de lifestyle, como o Nike Air Jordan 1 Retro High. Os preços dos calçados da marca variam de cerca de US$ 50 para tênis básicos a US$ 200 ou mais para lançamentos especiais.

Problema para a Nike

Na avaliação de Brian Yacktman, presidente da YCG Investments, fundo de investimentos que detém ações da Nike, as medidas de alguns varejistas para reduzir os preços dos tênis da marca podem "significar problemas" para a líder mundial em calçados esportivos, que "terá que se adaptar a um novo cenário de preços e vendas". “Eles (Nike) são uma companhia que tem sido magistral em cobrar preços premium no mercado de massa”, disse Yacktman à agência Reuters.

Matérias relacionadas

VíDEO

+ VEJA MAIS

AGENDA

+ VEJA MAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cadastre seu e-mail para receber as novidades do Exclusivo.

Seu email foi cadastrado com sucesso.