Uma história de lutas e conquistas

11.03.2020 - Michel Pozzebon / Jornal Exclusivo

Foto: Acervo pessoal
Formado pelo Senai em 1985, hoje Delmar Robinson é diretor industrial do Grupo Ramarim
"O começo de tudo". É desta forma que Delmar Robinson, 53 anos, diretor industrial do Grupo Ramarim (Nova Hartz/RS) define a sua formação, em 1985, na Escola Técnica do Calçado Senai - hoje chamado de Instituto Senai de Tecnologia em Calçado e Logística, de Novo Hamburgo/RS. Robinson conta que ingressou na instituição de ensino no ano de 1982. "Naquela época a escola oferecia o segundo grau (ensino médio) e o Técnico em Calçados juntos. Estudávamos o dia inteiro de segunda a sexta-feira", explica o profissional, acrescentando que o processo de seleção para ingressar no Senai foi bastante disputado. "Foi muito difícil, haviam mais de dez candidatos por vaga."

Robinson estudava de segunda a sexta-feira no Senai em período integral. Nas sextas-feiras à noite voltava para casa na cidade de Picada Café/RS, onde, ao lado do irmão (Luiz Carlos Robinson, que hoje é professor da Universidade Feevale), trabalhava no Clube Aliança para seus pais como garçom. "Tínhamos poucas horas livres, pois sempre haviam eventos. Mas, esta foi a forma de conseguir ganhar a remuneração necessária para passar a semana em Novo Hamburgo", recorda. Entre sexta-feira e domingo, os irmãos Robinson não dormiam mais do que seis horas. "Não sobrava tempo, precisávamos trabalhar, não havia outra escolha, foram quatro longos anos, mas passou", comenta.

Com uma memória invejável, Robinson recorda o nome de todos os seus professores do Senai. "Estes mestres me deram muito conhecimento, em diversas áreas. Esta base serviu e serve para meu dia a dia, principalmente dentro da indústria de calçados e de outros segmentos. É como aprender Matemática, Custos, Noções de Administração... serve para várias áreas, basta adaptar o conhecimento e foi isto que eu fiz ao longo dos anos", comenta.

Após a formação no Senai em 1985, Robinson seguiu na instituição como instrutor de costura. Além disso, ele fazia estágio na extinta Calçados Novisol, de Estância Velha/RS. "Trabalhava à noite como instrutor de costura. Saia da fábrica no fim da tarde, às 17h18 e começava na escola às 18h, seguindo até as 22h30", relembra. Ele conta que naquele momento a rotina era atribulada, porém, necessária. "Naquela época nascia minha filha e minha esposa teve infecção hospitalar. Foram várias cirurgias, médicos, remédios e o trabalho foi a forma que encontrei de aumentar minha renda e pagar minhas contas", afirma.

Diferentes aprendizados

Natural de Nova Petrópolis/RS, Robinson é Técnico em Calçados (Senai), bacharel em Administração de Emrpesas (Universidade Feevale), pós-graduado em Logística (Unisinos), pós-graduado em Produção (Unisinos) e tem MBA em Controladoria Financeira (FGV). Atualmente é diretor industrial do Grupo Ramarim e acumula passagens por Calçados Novisol, Calçados Fleck Fleck, Calçados Wirth, Calçados Dilly / Dass e Qix Skate Shoes. "Trabalhei em empresas ótimas, como empregado, empregador e como consultor. Cada uma delas trouxe aprendizados que foram me moldando profissionalmente. Experimentei o doce e o amargo do trabalho na medida certa. Mas, com certeza algumas lições foram muito duras. Embora perdoadas, jamais serão esquecidas", relata o profissional.

Formação de um bom sapateiro

Robinson considera que produzir calçados é algo extremamente difícil. "Não há escola no mundo que forme um profissional completo. A cada modelo novo há um novo aprendizado e é assim que o bom sapateiro vai sendo formado. Há a interferência do homem em todas as etapas", observa. Na visão dele as principais dificuldades na indústria calçadista passam pelo grande número de pessoas/processos pelos quais o sapato passa, pela variedade de tamanhos, larguras, modelos, cores, materiais e combinações. "Além disso tudo, pelo calçado ser um produto de moda variando a cada estação e, principalmente, pela unidade de medida ser par, em que um pé é exatamente o oposto do outro e ambos devem ser iguais", pontua.

Sobre a série

Referência na formação de mão de obra qualificada, o Instituto Senai de Tecnologia em Calçados e Logística é o tema da série Calçado & Carreira - Um mercado que continua fazendo histórias de sucesso. Em sua quarta edição, o projeto capitaneado pelo Jornal Exclusivo e Orisol do Brasil apresenta quatro reportagens que valorizam a trajetória de ex-alunos do curso Técnico em Calçados, oferecido pela instituição. São cases inspiradores de profissionais que fazem a diferença nos mercados nacional e internacional.

VÍDEO

+ VEJA MAIS

AGENDA

+ VEJA MAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cadastre seu e-mail para receber as novidades do Exclusivo.