Kidy expande seus negócios para o mercado chinês

08.08.2019 - Redação Jornal Exclusivo

Os calçados infantis da Kidy (Birigui/SP) desembarcaram na China, o mais novo mercado de inserção da empresa. Por meio de uma parceria firmada com o Grupo Hiersun, a fabricante chega ao País asiático para atender a demanda do público chinês de alto valor aquisitivo e que procura por produtos importados.

É o primeiro acordo firmado entre a Kidy e a China. Esta parceria foi intermediada pela Invest SP, que inaugurou um escritório em Xangai, durante a passagem da comitiva do governador de São Paulo, João Doria. "Dar este passo é importante não só para a Kidy, mas também para o calçado brasileiro, visto que estamos levando o nosso padrão de excelência e qualidade no jeito de produzir calçados para todo o mundo", celebra o sócio e diretor de desenvolvimento e inovação da companhia, Ricardo Gracia. Ele acrescenta que a demanda produtiva vai aumentar consideravelmente, gerando mais empregos e oportunidades no Brasil.

Produção para a China aumentará gradualmente

A entrada na China traz um mercado promissor para a Kidy. Aproximadamente 18 milhões de crianças nascem por ano naquele país. As duas fábricas da calçadista, em Birigui/SP e em Três Lagoas/MS produzirão 20 mil pares por mês para este mercado logo no primeiro ano da parceria. A expectativa é de aumentar a produção mensal para 40 mil pares no segundo ano, e para 60 mil pares no terceiro.

Parceira da Kidy, a Hiersun possui mais de 750 pontos de vendas no segmento de joias. A empresa brasileira levará para a China sua linha premium, com calçados produzidos em couro e pedrarias, voltados aos consumidores que desejam modelos luxuosos vindos do nosso País.

VÍDEO

+ VEJA MAIS

AGENDA

+ VEJA MAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cadastre seu e-mail para receber as novidades do Exclusivo.