Dudu Bertholini: o que antes acontecia na moda a cada dez anos, hoje acontece a cada post

20.11.2019 - Michel Pozzebon / Jornal Exclusivo, de Gramado/RS

Foto: Dinarci Borges/Divulgação.
Dinarci Borges/Divulgação
Estilista apresentou palestra durante a 9ª Zero Grau, em Gramado/RS
"Se a moda é o espelho do mundo. Quanto mais rápido muda o mundo, com que velocidade muda a moda? Cada vez mais rápido também". Dentro desta análise, Dudu Bertholini discorre sobre o aceleramento dos ciclos de moda. "O que acontecia na moda a cada dez anos, hoje acontece a cada post do Instagram", comenta o consultor de moda e um dos estilistas mais extravagantes e exuberantes do Brasil, que apresentou a palestra "Do movimento hippie à moda disruptiva: 50 anos de transformações no universo calçadista", nesta terça-feira, 19 de novembro, na 9ª Zero Grau — Feira de Calçados e Acessórios, no Serra Park – Centro de Feiras e Eventos, em Gramado/RS.

"Tudo que foi utilizado na timeline da moda nas últimas décadas agora é usado tudo ao mesmo tempo", disse Dudu, ainda se referindo ao aceleramento dos ciclos de moda e diversidade de estilos e modelos disponíveis no mundo fashion.

Para que serve a moda?

Logo no começo da sua palestra, Dudu perguntou ao público: "Para que serve a moda"? "Através da moda a gente entende a história da humanidade, através da moda a gente consegue entender religião, política, geografia, clima e o pensamento vigente das pessoas de um determinado lugar, num determinado tempo."

Diversos significados

Para o estilista, a moda já foi tomada de inúmeros significados. "Ela passou a diferenciar de onde nós viemos — diferentes tribos, localidades e nacionalidades. Ela passou a diferenciar qual é o nosso papel social dentro da nossa comunidade. Ela passou a ser um elemento de diferenciação e também de hierarquia. Impressionante pensar que ao longo da história fomos criando códigos tão complexos capazes de criar tanto roupas malucas quanto looks elisabetanos", analisou.

A palestra "Do movimento hippie à moda disruptiva: 50 anos de transformações no universo calçadista", de Dudu Bertholini, na Zero Grau foi uma realização do Grupo Sinos, com o patrocínio de Blu e Calçados Variettá, e apoio da Camaleoa Indústria Têxtil.

VÍDEO

+ VEJA MAIS

AGENDA

+ VEJA MAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cadastre seu e-mail para receber as novidades do Exclusivo.