Senai desenvolve laboratório que recebe comandos a distância

05.08.2019 - Redação Jornal Exclusivo

Foto: Divulgação
Laboratório Remoto Acqua tem componentes eletrônicos que simulam o funcionamento de um aquário
Um laboratório que pode ser programado e ativado a distância, usando um smartphone ou computador, via Internet. É o Laboratório Remoto Acqua. A tecnologia educacional foi desenvolvida em uma parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) do Rio Grande do Sul e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que disponibilizou o sistema de gestão, e uma equipe do Senai-RS, composta por docentes e analistas técnicos, desenvolveu o atual Laboratório Remoto - foi uma demanda que ocorreu em situação de aprendizagem e que poderá ser usado para resolver outras questões de sala de aula.

"O laboratório não é um simulador. É um equipamento real. Ele tem componentes eletrônicos que simulam o funcionamento de um aquário. Pela Internet, o aluno recebe as instruções do professor e envia os comandos de controle dos equipamentos de compressão, temperatura e iluminação", explica o gerente de Desenvolvimento Educacional do Senai-RS, Claiton Costa.

Equipamento

Inicialmente, três equipamentos serão utilizados por 121 alunos, do curso técnico de Ensino a Distância (EAD) de Eletroeletrônica, a partir de setembro. Até o final de 2020, a ferramenta poderá atender até 6,9 mil estudantes. O Laboratório Remoto Acqua será programado pelos discentes para controlar a iluminação, temperatura e fornecimento de ar dentro de um aquário.

Este tipo de tecnologia poderá ser usada em diversas áreas, mas a maior demanda está nos cursos voltados para a Indústria 4.0. O Laboratório Remoto foi premiado pelo Projeto Senai Conectado e recebeu R$ 100 mil para investimento nesta pesquisa.

VÍDEO

+ VEJA MAIS

AGENDA

+ VEJA MAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cadastre seu e-mail para receber as novidades do Exclusivo.