Instituições debatem entraves do setor

03.05.2019 - Nicolle Frapiccini / Jornal NH

“A inovação tem que ser vista como temática para a geração de riqueza.” Essa afirmação foi feita na quinta-feira (2 de maio) pelo secretário gaúcho de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís Lamb, durante visita na Universidade Feevale e no Hub One do Feevale Techpark. “Queremos transformar o Rio Grande do Sul em um Estado inovador e estamos apenas começando”, falou Lamb, acompanhado do secretário adjunto da pasta, Fernando Mattos. Dividida em dois momentos, a passagem por Novo Hamburgo contou com uma conversa com o reitor da Feevale, Cleber Prodanov; a diretora de Inovação, Daiana de Leonço Monzon; com alguns empresários e líderes de entidades da região e uma visita a uma das unidades do parque tecnológico da instituição de ensino hamburguense. Para Prodanov, o encontro foi importante. “Conseguimos discutir políticas de apoio aos ambientes de inovação, tanto para a formação de recursos humanos quanto um fundo garantidor que apoie as start-ups. E nós nos colocamos à disposição para ajudar a desenhar essa política e, consequentemente, alavancar negócios.” A visita foi rápida mas o suficiente para o secretário ficar satisfeito. “O trabalho realizado na região é exemplo e tenho certeza que será uma base fundamental para o modelo que pensamos para o Estado.”

Clusters de inovação
As demandas e entraves enfrentados por empresas da região foram debatidas em reunião com representantes da Abicalçados, Abrameq, ACI e IBTeC. Na reunião, Lamb apresentou as propostas da pasta para os próximos anos. “A região tem uma tradição muito forte e termos no Estado várias regiões como esta será fundamental para sermos vistos como um Estado inovador. Queremos construir esses clusters de inovação em outras regiões gaúchas”, disse, ao citar uma delas. Já Mattos lembrou a importância de construirmos um mindset novo.

VÍDEO

+ VEJA MAIS

AGENDA

+ VEJA MAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cadastre seu e-mail para receber as novidades do Exclusivo.