Na Itália, calçadistas se reúnem pelo futuro

11.04.2019 - Marcela Brown e Nicolle Frapiccini

Nápoles - Com três dias dedicados à indústria calçadista internacional, a cidade italiana de Nápoles foi considerada a capital mundial do segmento até a última sexta-feira. Isso porque, pela primeira vez, a Itália recebeu o Congresso Mundial do Calçado, que ocorreu entre os dias 3 e 5 de abril. Nesta sexta edição do encontro, os 300 participantes, de 15 países da Europa, Ásia, América do Sul e América do Norte, principalmente, debateram sobre a digitalização para uma indústria calçadista sustentável. A programação oficial começou na quarta-feira com visitas a entidades e fábricas napolitanas e teve dois dias de muita troca de ideias e conhecimentos, que foram dividido em três temas macros.

Único brasileiro entre os speakers do congresso, Fernando Porto integrou o painel Melhores Práticas em um Mundo Globalizado Digital. “Todo mundo está falando muito sobre a experiência. Quando se ativa localmente e fisicamente uma marca, é preciso oferecer ao consumidor o que ele não pode obter no on-line”, afirma Porto, co-founder e CCO da Cariuma, marca de lifestyle carioca. Atualmente, a marca dirigida por Porto tem investido no formato de pop-up store (espaços de vendas de curto prazo).
“Acredito que temos que ter uma mentalidade de crescimento, testando,
analisando, aprendendo e reagindo.” A CEO da Belcinto, Ana Vasconcelos, participou de painel com casos de sustentabilidade e/ou reciclagem na fabricação. “O motivo para o mundo
estar mudando é bom. Acredito no compromisso de transparência.”

Sustentabilidade e digitalização
A superintendente da Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), Ilse Guimarães, analisa
como o Brasil está em algumas questões debatidas no congresso. “Quanto à sustentabilidade, estamos mais avançados. E falo em sustentabilidade como algo integral e não só ambiental. Já na digitalização ainda temos um longo caminho a percorrer.”

Temas fundamentais
A sexta edição do congresso foi realizada pela Confederação Europeia do Calçado (CEC). O presidente da CEC, Cleto Sagripanti, afirma que o encontro foi importante para a discussão de dois temas fundamentais para o setor: a sustentabilidade e a digitalização. “As empresas devem estar cientes dos desafios e oportunidades nestas áreas.”

VÍDEO

+ VEJA MAIS

AGENDA

+ VEJA MAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cadastre seu e-mail para receber as novidades do Exclusivo.