Jovem e cheia de experiência

08.03.2019 - Michel Pozzebon / Jornal Exclusivo

Foto: Divulgação
Formada pelo Senai em 2015, Leticia Baum Alves acumula passagens por importantes marcas calçadistas do Brasil
“Foi a oportunidade da minha vida. A partir dali tudo mudou e tive meu start para o mercado de trabalho.” É assim que Leticia Baum Alves, 22 anos, define o curso Técnico em Calçados, do Instituto Senai de Tecnologia em Calçado e Logística. Natural de Porto Lucena/RS, a jovem ingressou na formação técnica em agosto de 2013, quando tinha 16 anos, e a concluiu em abril de 2015. Letícia, que hoje cursa o quarto semestre de Design na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), atua como assistente de produto da Petite Jolie, marca da Aniger (Campo Bom/RS).

O Senai sempre foi encarado por Letícia como se fosse seu primeiro emprego. “Tratava a formação com muita seriedade, responsabilidade e comprometimento. Confesso que não foi nada fácil, pois é difícil assimilar as informações, entender que logo estaria no mercado de trabalho e deveria estar preparada. E que apesar dos conhecimentos adquiridos em aula, iria depender muito da minha dedicação e motivação como profissional”, comenta a jovem, acrescentando que a formação técnica serviu como base para seu amadurecimento pessoal e profissional. “Consegui compreender que temos que dar um passo de cada vez, que iniciamos de baixo, aprendemos muito, para que com o passar dos anos e das experiências o reconhecimento venha a partir do esforço pelo trabalho”, pontua.

Diferenciais da formação no Senai

Letícia enumera vários diferenciais de sua formação técnica no Senai, especialmente pelos embasamentos teóricos e práticos. Entre os aprendizados adquiridos ao longo de quase dois anos de curso, a jovem cita tarefas como especificações de componentes e materiais de calçados, preenchimento de fichas técnicas, noção de modelagem, pesquisas de tendências e mercado, fundamentação para criar e desenvolver coleções, utilização de software de desenho, criação de estampas, desenhos de calçados e adornos. “Costumo dizer que o Senai é a base da minha formação, pois a partir dele consegui alavancar minha vida profissional”, frisa a jovem.

O primeiro emprego no setor calçadista

A primeira oportunidade de trabalho de Letícia no setor calçadista veio logo depois da jovem se formar no Técnico em Calçados do Senai. Quatro meses após concluir a formação, ela ingressava na Calçados Beira Rio (Novo Hamburgo/RS). “Minha primeira experiência profissional foi na marca Moleca como assistente de ficha técnica. Realizava o acompanhamento das amostras no desenvolvimento, as quais eram apresentadas em um comitê quinzenal”, explica. “Depois de alguns meses, recebi a oportunidade de trabalhar como apoio no desenvolvimento de materiais e enfeites, tratando diretamente com fornecedores e realizando desenvolvimentos e negociação de preços”, complementa a jovem. Ela acrescenta que neste período aprendeu a analisar relatórios de cancelamentos, normas de vendas e fichas de combinações. “Auxiliava os designers e a estilista no processo de escolha dos materiais e cores, realizava manipulações e participava de feiras e eventos.”

No começo de 2017, Letícia recebeu uma proposta para trabalhar como assistente de criação da marca Firezzi (São Leopoldo/RS). “Por lá consegui desenvolver minha autonomia como profissional, aprendi muitas coisas e pude colcoar em prática muitas ideias”, conta. Desde agosto de 2018, a jovem trabalha na Aniger, em Campo Bom/RS, onde reside atualmente. Hoje, como assistente de produto da Petite Jolie, Letícia atua dentro da área de criação da companhia. “Fico muito feliz em poder contribuir com meus conhecimentos adquiridos até então, assim como, diariamente aprendo novos processos, participo de treinamentos e eventos, e tenho muita vontade de aprender sempre mais”, enfatiza.

Aplicando o conhecimento na prática

Letícia conta que a formação no Técnico em Calçados do Senai tem contribuído muito para a sua atuação como assistente de produto da Petite Jolie. No seu trabalho, a jovem realiza pesquisas de mercado e de tendências; análises de preços, campanha, comportamento de moda e consumo, inovações, redes sociais, entre outros. Estes materiais servem de base para um moodboard de imagens, com as tendências, sugestões de cores e lançamentos. “Este material é um dos que mais tenho o prazer de fazer, pois efetuo a pesquisa virtual e física, e com base neste estudo posso passar um feedback de apoio paras as equipes de criação, comercial e marketing”, salienta.

Ela acompanha diretamente o desenvolvimento das coleções, dando suporte e ideias para novos processos, fornecedores e materiais. “Tudo para que o produto final fique dentro do seu preço alvo determinado”, frisa. Ela também é responsável pelas análises de venda e de relatórios, monitoramento de materiais em estoque e auxílio no processo de criação do planejamento das coleções, contribuindo para a elaboração da árvore de produto.

Sobre a série

Referência na formação de mão de obra qualificada, o Instituto Senai de Tecnologia em Calçados e Logística é o tema da série Calçado & Carreira – Um mercado que continua fazendo histórias de sucesso. Em sua terceira edição, o projeto capitaneado pelo Jornal Exclusivo e Orisol do Brasil apresenta quatro reportagens que valorizam a trajetória de ex-alunos do curso Técnico em Calçados, oferecido pela instituição. São cases inspiradores de profissionais que fazem a diferença nos mercados nacional e internacional.

VÍDEO

+ VEJA MAIS

AGENDA

+ VEJA MAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cadastre seu e-mail para receber as novidades do Exclusivo.