Reincidência de pessoas com dívidas em atraso é a menor desde 2015

08.01.2019 - Redação Jornal Exclusivo

Foto: Fotolia.com
Informações são de levantamento nacional da Serasa Experian
De acordo com o levantamento da Serasa Experian, 42,5% dos brasileiros que estavam endividados e quitaram essas pendências em 2017 voltaram a ficar no vermelho. Esta é a primeira queda observada na taxa de reincidência de dívidas em atraso desde 2015 (42,7%). A redução de 1,2 ponto percentual em relação ao indicador apurado 2016 (43,7%). Já na segmentação por idade, os dados do ano revelaram que os idosos (61 anos ou mais) são os menos reincidentes (38,2%) dentro de sua respectiva faixa etária, enquanto os adultos entre 36 e 40 anos (44,5%) concentram a maior parcela de pessoas com reincidência de débitos atrasados.

Na composição da amostragem deste estudo, a Serasa Experian analisou informações de sua base de dados referentes somente a CPFs que voltaram a ficar negativados após seis meses da regularização de uma situação de inadimplência anterior, entre os anos de 2013 e 2017. Foram consideradas pessoas que estão com pelo menos uma dívida associada ao seu nome, em qualquer período de atraso.

Segundo os economistas da Serasa, o recuo observado na taxa de reincidência de 2017 reflete a redução da taxa de juros, bem como a sua manutenção em patamares reduzidos, o que propiciou a brasileiros endividados o acesso a condições mais favoráveis para renegociar e quitar suas dívidas. Nesse contexto, também se destaca um início de reversão da taxa de desemprego, ainda que em ritmo mais lento do que o esperado, mas que já contribui para que mais pessoas possam eliminar pendências para retomar uma situação de normalidade em suas finanças.

VÍDEO

+ VEJA MAIS

AGENDA

+ VEJA MAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cadastre seu e-mail para receber as novidades do Exclusivo.